segunda-feira, 15 de outubro de 2012

PROJETO 70 ANOS PAULO E ESTEVÃO


 “70 anos de Paulo e Estevão”

 ABERTURA DO PROJETO

 SLIDE 1 - Tema Saulo: de Tarso à Estrada de Damasco- “Senhor, que queres que eu faça?” O livro Paulo e Estêvão conta uma linda história que aconteceu há muitos séculos. É a história de dois homens, que por amor a Jesus, uniram suas vidas numa grande missão. As pessoas quando nascem recebem o nome escolhido pelos pais. Os nossos personagens foram chamados: Saulo e Jeziel. Com eles aconteceria algo interessante, pois a vida lhes daria outros nomes ao longo dessa linda história: Paulo e Estêvão. Para entender como tudo isso aconteceu, vamos voltar no tempo, séculos e séculos atrás.

SLIDE 2 - mapa Hoje estamos aqui: CAMPOS – ESTADO DO RIO DE JANEIRO – BRASIL SÉCULO XXI – ANO 2012

 A história começa aqui : CIDADE DE CORINTO PAÍS- GRÉCIA SÉCULO I – ANO 34 Essa região era dominada pelo Império Romano.

SLIDE 3 - Mapa-  Os Romanos dominavam uma grande parte do mundo conhecido daquela época. Eram grandes conquistadores. Na cidade de CORINTO vivia o jovem JEZIEL com mais ou menos 25 anos junto com o seu pai JOCHEDEB e sua irmã ABIGAIL, uma bela jovem de 18 anos. Sua mãezinha já havia desencarnado. A família de Jeziel era de origem judaica e ele foi educado dentro dos princípios da lei de Moisés. Gostava de ler as Escrituras Sagradas e acreditava na promessa dos profetas de que um dia chegaria o Messias para aquele sofrido povo. Naqueles tempos de dominação estrangeira a situação era muito difícil, mas Jeziel acreditava em um Deus de amor e justiça.

 SLIDE 4- Um dia seu pai é agredido por soldados romanos no mercado e volta para casa jurando vingança a todo custo.

 SLIDE 5- Jeziel pede que ele confie em Deus e na sua divina providência mas Jochedeb não se conformava porque muitos de seus bens haviam sido confiscados(apanhados) pelos romanos e dentro de si ele alimentava um sentimento de vingança.

SLIDE 6 Resolve ir até as autoridades tentar recuperá-los mas diante da autoridade maior, um romano chamado LICÍNIO MINÚCIO, nada consegue e é condenado a entregar tudo que ainda lhe restava, incluindo a pequena propriedade onde vivia com os filhos queridos. Cego pela raiva, volta para casa e resolve colocar fogo na propriedade vizinha que pertencia àquele romano.

SLIDE 7- Quando chega à casa conta aos filhos o que tinha feito e toda a família acaba sendo presa.

SLIDE 8- O pai começa a ser castigado com açoites(chicotadas) e Jeziel ainda tenta livrá-lo da punição assumindo a culpa, mas de nada adianta. Jeziel também é chicoteado. Jochedeb morre e Jeziel acaba sendo condenado à escravidão.

SLIDE 9- Abigail vai morar com um casal amigo de seus pais: Ruth e Zacarias que estavam de mudança para a região da Palestina.

SLIDE 10 -Jeziel é enviado as galeras romanas. As galeras romanas eram imensos navios movidos a remo por escravos, que geralmente não aguentavam o serviço pesado e acabavam morrendo. Mas com Jeziel foi diferente. Enfrentou a situação com serenidade e humildade e com seu comportamento acabou conquistando a simpatia do feitor. O feitor era a pessoa que tomava conta dos escravos.

 SLIDE 11- Durante a viagem a embarcação recebeu um passageiro nobre, um jovem romano chamado Sérgio Paulo, que fica muito doente, com febre alta e feridas pelo corpo, sintomas de uma peste(doença) que atingia aquela região. Jeziel é escolhido para cuidar daquele jovem e durante longos dias e noites cuida incansavelmente de Sérgio Paulo. O jovem romano fica curado e muito agradecido a Jeziel. Porém agora era Jeziel que começava a apresentar os sintomas da doença(começou a ter febre, feridas pelo corpo) e, como era escravo, o comandante do navio queria atirá-lo ao mar para evitar o contágio(que outras pessoas pegassem a doença) e não arriscar outras vidas. Mas Sérgio Paulo não permite e fala para o comandante que devia sua vida a Jeziel. Propõe ao comandante assumir a libertação de Jeziel sugerindo que ele fosse deixado no porto de Jope, uma cidade da Palestina por onde o navio passaria. E assim foi feito. Deu algum dinheiro a Jeziel e recomendou que ele buscasse outro lugar para viver quando estivesse melhor. Jeziel é deixado naquele local. Estava exausto e com febre muito alta. Adormece.

SLIDE 12- Acorda horas depois sentindo mãos estranhas que reviravam os seus bolsos a procura de alguma coisa de valor. Entrega tudo o que tem e o ladrão, surpreso com sua atitude, acaba ajudando-o e leva-o até os “homens do Caminho”. Sabem quem eram os “homens do Caminho?” Eram seguidores de Jesus que praticavam a caridade ajudando as pessoas necessitadas e doentes que pediam ajuda.

SLIDE 13- Daquele local eles levaram Jeziel para a cidade de Jerusalém até a Casa do Caminho.

SLIDE 14- A Casa do Caminho havia sido fundada por Simão Pedro, um dos 12 discípulos de Jesus, vocês se lembram dele? Na Casa do Caminho Jeziel é cuidado com todo carinho e à medida que melhorava, conversava muito com Pedro sobre os ensinamentos de Moisés e dos profetas.

 SLIDE 15- Pedro fica admirado com o conhecimento que aquele jovem tinha e revela para ele que o Messias que ele tanto aguardava já tinha vindo e foi crucificado. Jesus Cristo tinha trazido para a Humanidade inteira o seu Evangelho de amor. Pedro então dá para Jeziel os pergaminhos do Evangelho de Mateus e o jovem depois que lê diz que havia encontrado o tesouro da vida. Começa a estudar o Evangelho de Jesus e em pouco tempo já estava pregando. Suas palavras eram iluminadas com uma fé ardente e pura. Pedro então o batiza e muda o seu nome para ESTÊVÃO.

 SLIDE 16- Nessa mesma cidade – Jerusalém – vamos encontrar o nosso outro personagem: Saulo de Tarso, um doutor da lei. Doutor da lei é como um juiz dos dias de hoje. Sabem por que ele tinha esse nome? É que ele nasceu na cidade de Tarso. Uma cidade importante da época. Era um porto e recebia pessoas de vários lugares diferentes. A cidade era grande produtora de lã de cabras da qual se faziam tapetes. Saulo quando criança aprendeu o ofício de tecelão – a pessoa que tece os fios para fazer tapetes, tendas – porque era um costume do seu povo, o povo judeu, ensinar uma profissão para os filhos. Saulo estava com 30 anos de idade, era um homem belo e com um corpo atlético porque praticava os jogos da época.

SLIDE 17- Nessa época, Saulo estava noivo de uma jovem chamada Abigail. Essa jovem procurava ansiosamente notícias de seu irmão Jeziel, que nunca mais tinha visto. Ela não sabia que Jeziel ainda estava vivo e que se chamava agora Estevão. Era também um homem muito culto. Tinha frequentado a Universidade na sua cidade natal – Tarso, que era uma das três universidades existentes na época. Na Universidade, Saulo conviveu com grandes mestres e além de falar o hebraico, língua de seus pais, falava também a língua grega. Quando jovem já tinha vivido ali em Jerusalém, pois foi mandado pelo seu pai para estudar com o Rabino Gamaliel. Rabino é um professor que ensina a lei mosaica – a Torá, que são os ensinamentos contidos nos cinco livros do Velho Testamento. Saulo era um grande defensor da Lei de Moisés. Ele trazia a Lei em seu coração e era fiel às tradições de seu povo.

 Slide 18 -Um dia Saulo recebe a visita de um amigo seu, Sadoc, que tinha vindo à Jerusalém para se certificar da cura de um tio. Ficara sabendo que um homem chamado Estêvão havia devolvido a vista ao seu tio.

SLIDE 19- Saulo então fica sabendo que as pregações do tal Estêvão estavam atraindo muitos seguidores e vê nisso um grande mal. Vê naquelas ideias novas uma ameaça às leis de Moisés. Fica sabendo que os “homens do caminho” seguiam os ensinamentos de um certo carpinteiro chamado Jesus. Estavam divulgando as novas ideias e curavam muitas pessoas. Saulo não se conforma e resolve ir ver com seus próprios olhos. Estêvão acaba sendo preso e levado ao Sinédrio para ser julgado. Sinédrio era o grande tribunal do povo judeu.

APRESENTAÇÃO DO FILME - SAULO DE TARSO

 Após o filme daremos uma ligeira explicação mostrando o que aconteceu com Abigail para as crianças entenderem fatos futuros da história, pois ela aparecerá em espírito muitas vezes.

O filme não mostra mas Abigail, a jovem noiva de Saulo tinha sido convidada por ele para a execução de Estevão, porque era muito importante para a sua carreira de doutor da lei.

SLIDE 20- Ela reconhece aquele homem apedrejado. Era Jeziel, seu irmão, que ela tanto procurara. E Jeziel( Estevão) fala para ela do Cristo e deixa o corpo físico. Saulo, envergonhado, rompe o noivado.

 SLIDE 21- Ele ainda volta a procurá-la, mas Abigail tinha adoecido gravemente, chocada pelos últimos acontecimentos e também acaba desencarnando. Estevão, em espírito, vem apanhá-la.

Assim termina a 1.a parte da nossa história.

Vamos agora para as nossas salinhas!

O FILME

http://youtu.be/U2XeP5i4D8o

Nenhum comentário:

Postar um comentário